Doce amargo - A cana-de-açúcar utilizada em produtos alimentares é frequentemente produzida de forma insustentável

"Bittersweet", um relatório publicado pela SOMO, parceiro do SUPPLY CHAINGE a 1 de dezembro de 2015, considera que os direitos dos trabalhadores e as comunidades se encontram frequentemente em jogo na produção de cana-de-açúcar. O estudo indica que os problemas de sustentabilidade são generalizadas. Os empregos no setor da cana-de-açúcar são muitas vezes inseguros, mal pagos, e os regulamentos de saúde e segurança nem sempre são respeitados. Em alguns países produtores, é relatado até trabalho forçado e trabalho infantil. A produção de cana-de-açúcar também está ligada aos impactos ambientais prejudiciais e práticas de apropriação indevida de terras.

As empresas que utilizam açucar não parecem interessar-se

Apesar de 80% do açúcar produzido no mundo ser proveniente de cana-de-açúcar, no máximo, 4,5% da produção mundial é feita de forma sustentável certificada. 20% de todo o açúcar consumido na UE é produzido a partir de cana de açúcar que é importada para atender a procura de açúcar da UE. No entanto, as empresas que utilizam açúcar nos seus produtos, quase nunca solicitam informação sobre a origem do açúcar, de acordo com uma das maiores refinarias de açúcar da Europa.

 

Descarregue o estudo.